terça-feira, maio 01, 2012

Os canibais de Garanhuns: capítulo da arte

Se sabe pouco ou nada a respeito do caso, veja aqui no Portal R7.

Acompanhando a polêmica dos canibais brasileiros, fiquei aficionado e CLARO que fui tentar encontrar o livro ''Revelações de Um Esquizofrênico'' AND o filme ''Espírito'', sendo o primeiro escrito por Jorge Beltrão, o líder da família dos canibais; o segundo produzido e dirigido por ele, também. Pelo noticiado, Beltrão é – ou era – líder da seita de nome Cartel, que, pelo que eu entendi, integravam Isabel Pires, Bruna Oliveira (lê-se ‘’amante que deu início ao triângulo amoroso’’) e Jorge Beltrão.

Capítulos que mais me chamaram a atenção: IV, IX, XIII, XX, XXI (Jorge fala das empadas), XXII, XXIII, XXIV, XXV, XXVI (CANIBALISMO AQUI) e XXIX.
No final, consta uma espécie de mini-autobiografia, escrita em 3ª pessoa, acompanhada de foto assustadora.

Não resisti e li o livro inteiro!

 Infelizmente dois capítulos estão ilegíveis, não se sabe o porquê.

Parte destacada: ilustração do capítulo IV
Partes destacadas: ilustrações dos capítulos IX e XIII
Ilustração do capítulo XXVI: ''A DIVIDIDA''



O filme de terror teria sido produzido há 15 anos; não é à toa que Jorge e Isabel, sua companheira, aparecem com uma aparência bem diferente da atual. Vi gente falando que pode virar cult.

Seguem partes de Espírito:


Agradecimentos e venerações ao pessoal do blog VideoBlax, que disponibilizou todo esse material.

Jorge Beltrão: escrevia, compunha, desenhava para ilustrar, tudo ao meu ver bem... Dá até gosto de ler, mas sua mente perturbada era realmente um grande problema.

Revelações... é impressionante, pois o homem delira o tempo todo imaginando coisas. Após lê-lo, impressione-se com o que é real e irreal. Fiquei abestalhado.
‘’Todo ser humano tem um instinto assassino, e tal instinto é liberado em situações como essa. O homem também é o único ser que mata por prazer, más até o matar por prazer, é uma espécie de auto proteção do seu eu, provando com isso que ele tem o poder sobre outras vidas’’.

E declara: ‘’Tudo isso que revelei, não sou eu, nem ninguém, é só a minha mente.
O autor’’

E aí, o que achou do livro e do filme?

2 comentários:

Thamires Moraes disse...

Gostei deste seu post! E sem falar que o livro é de dar arrepios a cada capítulo. SINISTRO...

Paulo Henrique disse...

Valeu, Thamires! Sempre que tiver algo do tipo, ou parecido rolando na mídia, vou procurar postar sobre; mas somente se tiver algum tipo de arte no meio.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...